Conto: "Acreditando no amor" - 2011

Bem gente deixa eu explicar, esse conto originalmente foi feito em 2011 com o título de "Acreditando no amor", bem agora vou postar com algumas alterações que achei nescessárias, espero que gostem.
Bjsssss!!!

Capítulo 01
Ela se lembrava bem de como a vida era menos complicada para Lili antes de conhecer Victor, ela se sentia num verdadeiro Dejavú quando ouviu seu nome pela primeira vez.
Foi exatamente á 3 anos que seu tormento teve início, quando Thiago seu amigo fiel e noivo de sua melhor amiga Kate, chegou para ela e para Bia com a grande novidade:
- Finalmente consegui alguém para dividir a casa conosco, meu amigo de infância Victor conseguiu a vaga no escritório hoje e precisa de um lugar para morar. O que vocês acham?
Bia: - Ele é confiável? Afinal nenhuma de nós precisamos de tarados em casa, é uma grande responsabilidade ter outro homem morando conosco, além disso Kate e você dormem juntos, já eu e Lili ficamos mais expostas, é perigoso, agora se ele for um gato, é perigoso pra ele, né Lili? Kkkkkkkkkk
Lili: - Fale por você, eu não fico me atirando pra nenhum homem, não vou começar agora. O que me importa de verdade, é se esse tal de Victor é confiável.
Bia: - Falou a beata! Kkkkk
Thiago: - Claro que é, conheço ele a minha vida toda, não sou maluco para por qualquer um perto de vocês.
Nisso Lili confiava, conheceu o Thiago, na faculdade logo que se mudou para o campus,Thiago e ela faziam 2 matérias juntos no período.
Thiago é um homem muito charmoso, alto e com um corpo bem torneado, sabe se vestir muito bem, cabelos castanhos e olhos verdes , com uma pele cor de caramelo, chama muita a tenção das garotas, além do charmoso sotaque do sul, típico de um bom curitibano, Lili morria de vergonha de ficar perto dele, achava que todas a olhavam com desprezo e curiosidade de como um homem assim andava com ela, mesmo sabendo que ele estava 1 ano adiantado, ele sempre a ajudou, fizeram amizade de cara, assim depois de 1 ano estudando juntos ela se acostumou com os futricos.
O que era mais espantoso na relação dos dois é que nunca, ouve uma ligação amorosa ou sexual entre eles, o que para um homem como Thiago era raro, ele era um homem lindíssimo e Lili poderia facilmente se apaixonar por ele, mais nunca aconteceu. O que foi bom por um lado, com o tempo, ela o via como um irmão mais velho, e ele também, eram confidentes. Ele já era pra ela seu melhor amigo, o único na verdade, já que não conseguiu esse vinculo com mais ninguém naquele ano. 
O engraçado foi como descobriram esse vinculo, era uma sexta á noite, depois de várias horas projetando uma maquete para o trabalho de paisagismo 2 na biblioteca do campus, eles estavam morrendo de fome, Thiago a chamou para comer em um pub perto do campus, ela aceitou.
Uma hora depois de chegarem e beberem uma cerveja, eles começaram a falar de tudo, das famílias, amigos deixados pra trás por causa da faculdade, etc...
Thiago: - ..... é engraçado, nunca me senti tão bem em falar sobre tudo com uma mulher, sem querer levá-la pra cama, kkkkkkkkkk, desculpa Lili, não quis te ofender. É que não te vejo dessa forma, e olha que ás vezes nesse quase 1 ano queria muito te ver assim. Mais não consigo.
Lili: - Não se desculpe, entendi o que quis dizer, e também penso o mesmo, é estranho não?  Kkkkkk
Thiago: - Sabe uma coisa eu já pensei em fazer pra ter certeza de que nunca poderíamos ter nada. Pensando nisso talvez ....
Nesse momento ele se sentou ao lado de Lili, se aproximou com calma e posou a mão dele em seu pescoço, e a aproximou de deu rosto, com um leve movimento, delicado mais forte, se aproximou de sua boca e a beijou, com intensidade e delicadeza, Lili retribuiu o beijo da mesma forma, afinal pensou “ não custa tentar”.
Depois de uns segundos pararam e se olharam, por incrível que pareça, Lili achou que ele a olhara com os olhos espantados, ela pensou “ nossa será que beijo tão mal assim?”. Mais uma coisa tinha certeza, não sentiu absolutamente nada com o beijo, não porque foi ruim, ao contrário foi ótimo, comparado com os poucos caras com que já tinha ficado, com certeza esse beijo derreteria qualquer mulher. Mais não sentiu nada, essa sensação deu em Lili uma pontada de tristeza, ela gostava tanto do Thiago, seria muito legal se ele fosse o cara certo, nesse momento ela olhou para o céu e em pensamento falou: “ Valeu, o homem perfeito e não sinto nada, já o errado né? É sempre mais tentador! Podia uma vez me mandar um que preste, mais não, obrigada! Afff.”
Quebrando o silencio Thiago falou: - Nossa nunca me senti tão estranho, parecia que tinha beijado minha mãe ou minha irmã.
Lili: -Sei como se sentiu, eu também senti o mesmo. Falou com uma certa decepção no olhar.
.........
Eles combinavam muito, ambos engraçados e discretos, adoravam artes e faziam cursos que se complementavam, ela Arquitetura com ênfase em paisagismo, ele Engenharia civil com mestrado em paisagismo, com isso sempre faziam 2 ou 3 matérias juntos, o que pra Lili era ótimo ele sempre a ajudara nas matérias. Mais fora a grande amizade nada mais rolava. O que pra ela era uma benção e ao mesmo tempo frustrante.
Lili nunca foi uma mulher que chamava a atenção dos homens bonitos, ela era o tipo de mulher comum, ou que se achava assim, mesmo com as amigas falando o quanto ela era bonita, nunca se convenceu. Lili era uma mulher de estatura média, cabelos cobreados, olhos verdes e pele morena clara, ela era a levantadora do time de vôlei da escola, seu corpo era bem curvilíneo, isso pelos anos de aulas de dança que amava fazer, com bustos grandes e quadris largos, sempre achou que tinha muito dos dois e isso a fazia usar roupas que não desse destaque de mais nesses seus atributos físicos, o que revoltava as amigas, já que elas adoravam esses atributos e viviam falando o que dariam pra ter eles também.
No colégio interno de freiras que estudou no Rio, não saia muito, por isso só teve 1 relacionamento sério, até hoje não sabe como conseguiu perder sua virgindade com seu único namorado. Pedro um vizinho dela, que ela adorava na infância e que não acreditou quando ele a pediu em namoro, foi o dia mais feliz da vida dela, namoraram por quase 2 anos antes de Lili escolher se mudar para a faculdade que ela tanto sonhava em fazer, ele nem pensou em tentar outra possibilidade, só terminou com ela e quando lili viu, 3 dias depois estava com uma linda loira se agarrando na porta da casa dele. Isso a arrasou, ela achava que Pedro a respeitava e tudo o que fez foi usá-la e depois descartar, foi um período difícil na vida e em sua auto estima, mais guardou pra sim, pois sabia que faltava 4 meses para se mudar.
.........
Quando chegou o fim do primeiro ano da faculdade Lili  procurou sair dos dormitórios, era muito ruim a barulheira além a falta de privacidade.
Um dia dentro da aula de design de interiores, conheceu a Kate, uma mulher muito linda, loira, com olhos cor de mel e pele morena clara com a de Lili e um corpo muito bonito, mesmo não sendo magro de mais tinha curvas muito bem delineadas, elas logo se deram bem, afinal eram as únicas cariocas no meio de tantos mineiros.
Kate morava com Bia uma colega de turma delas. Bia  a minerinha, sem dúvida a mais sex, decidida e direta com as palavras, seu corpo escultural exibia seu seios de silicone que ela adorava ostentar em grandes decotes e vestidos curtos, cabelos negros e pele branca contratava com seu lindos olhos azuis, logo que se conheceram foi amizade a primeira vista, pois além daquele corpos que chamava os homens de longe, ela tem uma personalidade única, doce, engraçada e muito decidida. Lili nunca ficou tão feliz quando no dia em que a convidaram pra morar com elas, a amizade que construíram foi rápida e única, éramos como pontas de um triangulo perfeito, uma completava a outra.
Foi no dia da mudança que esse triangulo virou um quadrado, ela nunca esqueceu, Thiago a ajudou com a mudança e assim que viu Kate foi amor á primeira vista. Bem ela poderia nunca viver um amor assim, mais como a Bia, ela poderia dizer que uma vez na vida viu um nascer em sua frente.
...........
Após 3 anos de faculdade, a amizade dos quatro só aumentou, Thiago veio morar conosco, mais precisamente pro quarto de Kate, e depois disso, para nossa nova casa no centro de Juiz de Fora, que alugamos após sairmos da faculdade.
A casa tinha 4 suítes e além de uma ótima sala, copa, lavanderia, cozinha, varanda, jardim, garagem para até 4 carros e fundos com piscina, era perfeita pra todos e dentro do objetivo de depois no futuro comprar e transformar em um prédio onde todos morariam com suas famílias, a casa era dentro de um condomínio bem familiar, afinal já éramos uma família, o que fez com que Bia controla-se seus impulsos de levar homens para casa, ninguém queria ficar com má fama no condomínio. E assim começou suas vidas como trabalhadores, independentes e pagadores de conta.
....................


Capítulo2
Lili nem acreditava que já tinha se passado 6 anos que moravam nessa casa, e agora poderiam ter que sair de lá, com o imóvel indo a venda a única solução que tínham era de comprar a casa, mais mesmo com o dinheiro que juntávam para esse objetivo ainda teriam as prestações do financiamento que seriam mais caro que o aluguel em si.
Nisso Thiago veio com a idéia de dividir a casa com seu amigo Victor que se mudaria para minas e ser junto com ele um dos chefes do setor de engenharia comercial da filial brasileira de uma das grandes empresas de engenharia e arquitetura do Mundo a “C.W.H – Constructions” .
Lili, Kate e Bia trabalhávam em uma empresa de arquitetura com filiais em Minas, Roma , Londres e N.Y a “Design B. Architecture”, Kate era a arquiteta responsável pelo nosso setor de Design, Bia era a Chefe  de design e Lili a Projetista chefe. O que fazia com que seus projetos de arquitetura fossem perfeitos, pois como amigas conseguíam uma conexão ótima nos projetos.
Mais mesmo com todos bem profissionalmente agora depois de anos de luta para cada um alcançar seus sonhados cargos, ainda não podiam bancar uma casa tão grande.
........
Thiago: E então? Vocês topam?
Kate: Amor, eu acho melhor você marcar com o Victor, antes e mostrar a casa, assim elas tem a oportunidade de conhecê-lo pessoalmente e depois decidimos o que você acha?
Thiago: Pode ser, podemos marcar um jantar amanhã, pode ser?
Bia e Lili: Sim, tudo bem!
..............................
No dia seguinte Lili ficou encarregada de preparar o jantar, já que adora cozinhar, a Kate foi sua assistente. Bia como toda sexta á noite implorou para levar se “Novo grande amor” que se chamava Fred novo assistente de Thiago na empresa, ele não gostou muito de saber do envolvimento dos dois afinal Fred era seu braço direito e amigo, e Thiago sabia bem como Bia era. O dia que fica-se entediada terminaria o namoro, e temia que Fred não suporta-se já que era romântico de mais. Fred era um homem alto de musculatura média comparado ao amigo e chefe, cabelos num tom de cobre , pele branca e olhos cor de mel. Mais mesmo com esses medos todos estavam impressionados como esse relacionamento estava durando muito, pois já estava á 6 meses, mais só Lili sabia que na verdade tinha 1 ano, pois eles começaram a sair em segredo antes de revelar, ela até ficava feliz pela amiga, dessa vez Bia estava levando a sério.
Lili chegou bem cedo para poder aprontar tudo que foi pedido pelos amigos, ela já tinha tudo em mente para impressionar, afinal se era pra ser um jantar legal tinha que ser espetacular, só como ela faz.
O menu era bem típico de entrada uma leve sopa de vegetais e salada, de prato principal seu famoso escondidinho de carne seca com aipim, acompanhado de arroz de forno e de sobremesa já tinha encomendado na confeitaria um delicioso bolo. Já tinha deixado na hora do almoço as bebidas e petiscos prontos e guardados em casa. Sempre brincavam com ela pela excelente dona de casa que seria, ás vezes até pensava que era por isso que nunca arranjara ninguém, pelas pessoas elogiarem tanto.
Quando deixou tudo pronto foi se arrumar, quando voltou a sala ouvia as vozes de todos já conversando, quando desceu a escada viu Thiago com Kate, Bia com Fred, mais nada do misterioso amigo de Thiago, o Victor.
Foi no fim da escada que ela teve um choque, lá estava ele na entrada da cozinha, com uma garrafa de cerveja, e olhando pra ela, “Nossa! Meu Deus”, Lili pensou assim que viu aqueles olhos azuis com do mar, “como pode existir um homem assim? Não é possível”, Victor é alto bem alto, deveria ter fácil uns 2m, cabelos pretos como a noite, corpo? Como descrever a perfeição? Juntamente com a pele bronzeada, poderia ser a verdadeira personificação de um Deus Grego, “Hades, só pode ser Hades ou Posseidon, esse homem deve ser muito cruel quando sabe que é desejado, é perfeito!”,pensou Lili.
Tentando manter o pouco auto controle que restava, Lili se virou pros amigos e falou:
Lili: - Desculpa, vocês chegaram á muito tempo?
Fred: - Lili quanto tempo? Saudades de vc, como anda tudo? – Fred chegou e a abraçou com carinho , e Lili retribuiu sorrindo pro amigo.
Lili: - Pois é, esqueceu o caminho da casa, né? Kkkkk Tb to com saudades Fred, como vai tudo? Bia dá muita canseira? Kkkkk – Ela ria pra ele com um olhar malicioso e depois olhou para amiga que ria. – Bia, já conversamos sobre monopólio viu, só porque deixei vocês namorarem não significa que liberei o Fred pra você em tempo integral. E deu uma piscada pra amiga.
Bia: - Kkk. Claro se nem a Kate consegue fazer o Thiago deixar de ficar com você, quem sou eu pra proibir o Fred? Só não sei como você minha amiga de coração, não consegue uma namorado? Sinceramente Lili, você é a que mais tem talento com os homens, e que só consegue o carinho deles, já te falei precisamos de um dia de shopping e eu resolvo isso em umas 6h de compras. Kkkk
Kate: - Menos Bia, assim ela vai morrer de vergonha, lembra que temos visitas, e queremos que ele ache que somos normais. Kate pisca pra Bia e Lili.
Thiago: - Normais? Meu amor, já falei tudo o que ele precisa saber sobre nós, ou você acha que eu não iria preparar meu amigo para a dominância feminina da casa? Kkkk
Fred: - Fez bem Thiago. Kkkk. Pois é Victor, o bom é que você se acostuma e se apaixona por elas, confie em mim, 6 meses com elas vc não imagina em mais nenhum outro lugar.
Victor: - Pois é, pelo que vejo precisarei de menos que isso pra gostar de ficar aqui!
Lili, não sabe se foi as palavras, a voz ou o jeito com que ele olhou para ela que a deixou totalmente excitada, é “Excitada essa era a palavra”.
Lili: - Bem se você for como eles, então concordo, vai se acostumar rapidinho! E deu um sorriso discreto pra ele.
Que retribuiu com outro que a deixou agora de perna bamba, " preciso sentar, definitivamente!". Sempre ouvia as amigas falarem que o dia que um homem á olha-se de forma que ela perde-se o senso, ele seria o “cara”, ela estava achando que esse dia chegou.
Kate: Bem Thiago faça as honras da casa, apresente o Victor direito a Lili.
Thiago: - Pois bem, Lili esse é meu amigo de toda uma vida Victor. Victor essa é minha irmã de coração e alma Lili. Repito Irmã!! Depois de especificar ele deu uma boa olhada para seu amigo, como se pra ter certeza que enfatizou o recado.
Victor: - Claro a famosa Lili, depois de Kate você é a mais citada em nossas conversas nesses anos. Prazer em conhecer!
Com forme Victor chegava perto mais a Lili fazia involuntariamente seu olhar sedutor, o qual a Bia olhava e se segurava pra não rir, quando ele se inclinou para beijá-la no rosto, ela se arrepiava mais com a tensão.
Lili: - P..Prazer é todo meu!! Muito mal pronunciado, mais saiu.
Bia: - Pois é Victor não ligue a Lili é muito tímida pra não dizer outra coisa. Kkkk
Thiago: - É sim muito que chega a doer os ouvidos! Kkkkk
Victor: - Pude ver. Mais não tem problema tenho certeza que podemos tirar essa timidez rapidamente. E piscou pra ela com aqueles olhos azuis sedutores.
A única reação que ela teve foi de rir,e pensar ”Nossa mais um piscada dessa e eu não sei se agüento, meu Deus me ajude!”.
Lili: Bem em vez de ficarmos analisando meu jeito de ser tão adorável, vamos apreciar outro dote meu, minha comida, o que acham? Ela sorriu pra todos.
Kate: - Claro , enquanto andava Kate chegou bem perto de Lili e falou baixinho.
Kate: - Acho que nem precisa esquentar, porque o clima já está bem quente, não concorda? E piscou pra amiga.
Lili: - Nem te conto amiga, nem te conto! As duas riram baixinho e foram pra cozinha.



Capítulo 3

Depois de 1 semana Victor estava se mudando. Aproveitaram o feriado para poder ter tempo de arrumar tudo, quarto, móveis, roupas e etc...


Tudo corria bem, Lili já tinha se conformado com a situação e já tinha planejado uma estratégia para não cair na tentação, depois de ter uma conversa com Thiago ela teve a certeza de que Victor não era um homem que poderia investir numa relação, já que o amigo a confidenciou que em toda sua vida Victor nunca ficou muito tempo com uma mulher e que achava difícil ele mudar, pois nunca teve uma visão de relacionamento bom. Seus pais eram divorciados e não se davam bem e ele e a irmã tiveram que se ajudar em toda a vida, com isso, ele não conseguia acreditar que o casamento fosse uma instituição confiável e duradoura, muito menos um relacionamento por maior que fosse.


.....................
Ela nunca vai esquecer do alerta que ele deu no dia anterior ao jantar.


Thiago: - Olha Lili, não sou seu pai nem quero ser, você é adulta o suficiente pra saber o que faz. Mais acho que nem você conseguiria fazer com que o Victor mude, interessado em você com certeza, só pelo olhar dele dá pra ver e sei que você também está, mais não entre nessa sem saber que se for vai ser só sexo. Acho muito difícil ele mudar e sinceramente espero que você não sofra, então acho melhor manter só a amizade, mais ai é com você. Não acredito em milagres!
Lili: - Se Kate conseguiu te conquistar porque eu não conseguiria isso? Não sou o “tipo” dele?
Thiago: - É diferente, você sabe disso. E “tipo” você é o tipo de muitos só que nenhum conseguiu quebrar sua barreira de atenção, tanto que agora o Victor pelo visto conseguiu, só não quero que sofra.
Lili: - Não entendo, sinceramente, porque acha que quero “namorar, noivar e casar” com ele? Posso simplesmente querer só saciar um desejo simples, só isso, oras a Bia fez tanto isso e porque agora não posso?
Thiago: - Porque sei quem você é, e sei que não faz esse tipo, e sei também que vai sofrer no final.
Lili: - Não vou não!! Ela falou com tanta verdade e fé, que até ela queria acreditar nisso.
Thiago: - Está bem, faça o que quiser, eu estarei aqui quando precisar de um ombro pra chorar, ok?
Lili: - Não vou chorar! - “ Pelo menos perto de você”, pensou.



.............................................
Houve um estrondo enorme de manhã, Lili acordou assustada, logo que abriu a porta do quarto deu de cara com o Victor, ela levou um susto, e ele á olhou de ponta a cabeça, admirando sua camisola.
Victor: - Nossa gostei da recepção, bom dia!!! E sorriu com um olhar que deixou Lili se sentindo nua.
Lili: - Bom dia e desculpa, mais ouvi um barulho enorme, levei um susto, está tudo bem?
Victor: - Melhor não poderia está! Ainda olhando pra ela. – O Thiago pelo visto se irritou com a montagem do guarda roupa, kkkk, estou indo ajudar. Posso te fazer uma pergunta Lilian?
Lili: - Pode me chamar de Lili .
Victor: - Por que faria isso? Adoro seu nome é muito sex! Imagina você nos braços de um homem em pleno prazer e ele fala em seu ouvido num tom bem baixo e sedutor.
Nisso sem que ela esperasse ele chegou perto com aquele corpo perfeito, de camisa soada branca e bermuda, passou o braço em sua cintura e chegou perto de seu ouvido e falou: - Lilian! De uma forma que Lili gelou, poderia até falar que teve um lapso momentâneo, por 10 segundos não conseguiu respirar, não se soltou, não fez nada a não ser sentir aquela voz em seu ouvido, aquela mão em suas costas , só conseguiu pensar “ Bem se eu ficar muda muito tempo ele vai me achar uma louca, se eu sair correndo também, então só tem uma opção.”
Lili: - Com certeza é sex, como também é o fato de um homem como vc me agarrar dessa forma e achar que eu sou santa o suficiente para não tentar nada. Nisso ela olhou pra ele, colocou as mão em seu rosto e o beijou, um beijo suave e um pouco demorado, depois que parou ela recuperou o fôlego e falo: - Nessa brincadeira pode jogar dois, sabia?
Mais não sabia ela que quando virava pra entrar no quarto ele aproveitou e entrou junto a agarrou mais perto e a beijou com paixão, um beijo que logo ela retribuiu com ardor, nossa como ela queria isso e como pode ser tão bom o beijo dele? Quando acabou o beijo, o silencio e o olhar um para o outro permaneceu por um tempo.
Victor:- Há Lilian, acho que você está brincando com fogo, Thiago não vai gostar de saber que você que me seduzir.
Nesse momento a raiva tomou conta dela e ela falou:
Lili: - Seduzir? Quem quer seduzir aqui é você, ou esqueceu que você me olhou daquele jeito, que você me abraçou e cochichou no meu ouvido me tentando e o mais importante me beijou descaradamente, em? Olha se acha que eu sou santa, o problema é seu, não sei o que o Thiago lhe falou, mais tenho sangue nas veias oras, caio em tentação como qualquer mortal, e com você me provocando não ajuda, sabia?
Victor: - Kkk, vou gostar de saber até onde nosso autocontrole nos leva. Para o primeiro dia um beijo já mosta que não vai ser muito.
Lili: - Você não sabe nada do meu autocontrole, e pode ter certeza isso não vai se repetir.
Victo: - Com certeza não. Ele se aproximou dela novamente mais cara a cara e continuou. Na próxima não vou parar. Não sei o que você fez comigo Lilian, mais não consigo parar de pensar em você, em como deve ser ter você, e isso é perigoso, porque quando tenho uma meta eu alcanço.
Lili: - Esteja pronto pra se decepcionar, porque essa meta você não vai conseguir, eu me recuso á ser uma caso de um homem galinha, e você é um dos piores.
Victor: - Cuidado com o que fala Lilian, posso não ser tão galinha como você acha. E Também sei ser cavalheiro quando quero.
Lili: - Então seja agora e saia do meu quarto, por favor.
Victor: - Não precisa pedir duas vezes, até daqui á pouco Lilian.
Depois que ele saiu Lili só teve uma reação cair na cama e respirar fundo, nem ela sabe como agüentou tanto tempo sem Agarralo e o fazer ter razão no que falava. A verdade era que ele mexia mais com ela do que podia imaginar, será que conseguiria manter a o controle agora que ele ia morar junto com ela, e ainda por cima no quarto em frente, “nossa” ela pensou.
.................
1 Mês depois de ter a tortura de conviver com Victor todos os dias, Lili já tinha feito um cronograma de quando andar pela casa com segurança, sem ter perigo de ficar sozinha com ele em algum momento, e mesmo quando acontecia ela respirava fundo e conseguia não deixar que ele a influencia-se ou tenta-se.


2 meses ......4 meses....6 meses depois.


Victor estava no escritório com Fred e Thiago.
Victor: - Nossa amanhã é aniversário da Lilian, vocês vão fazer algo pra ela?
Thiago: - As meninas sempre fazem uma festa surpresa pra ela, a nossa função é só o presente. Que por acaso já está comprado e devidamente escondido. Ele pisca pros amigos.
Fred: - Nossa acho que depois da Kate a Lili é a mulher de sua vida. kkkkk
Foi só ouvir essas palavras para fazer o sangue de Victor ferver, mesmo sabendo que nesse tempo morando na mesma casa, e ganhando a confiança e carinho de todos, ainda não conseguiu fazer Lili sair da zona de conforto dela. Ela é dura na queda, mesmo vendo em seus olhos o quanto o desejava ela se mantinha firme em fazer ele se arrepender das palavras que falou, pro Victor era até engraçado, nunca uma mulher despertara nele o que ela o faz sentir, quando pensou nisso resolveu perguntar pro amigo.
Victor: - Thiago você nunca me explicou a fundo como aconteceu com você e Kate, como soube que ela era a mulher certa? Claro que acho que um dia você se cansará, afinal já estão juntos á mais de 5 anos e nada de casamento.
Thiago: - Quem disse que não sou casado? Acho que á partir do momento em que dormimos juntos, ela controla meu cartão, amigo... mesmo sem papel assinado esse é um casamento, não concorda? Kkkk
Victor: - tuché!! Kkkkkk
Thiago: - Mais respondendo melhor sua pergunta, soube assim que a vi, simplesmente nenhuma mulher existiu depois dela, não sei explicar melhor, mais tenho certeza que ela é pra sempre. Cara, nunca consigo enjoar do cheiro dela, das risadas, até as brigas são prazerosas porque não conseguimos ficar brigados muito tempo, nem se quiséssemos, Lili logo se mete para resolver. E as pazes, nossa, kkkkk, é uma das melhores partes.
Victor: - É estranho ela não te cobra um compromisso sério, não entendo.
Thiago: - Ela quer como eu se estabilizar financeiramente, era o que buscávamos antes de tudo, mais confesso que desse ano não passa o pedido, quero muito poder chamar ela de minha esposa. E ficar com ela até ficarmos velinhos!!! Soa bobo mais é o que eu quero.
Victor: - Não consigo me imaginar com uma mulher só. Derrepente um pensamento veio a sua mente, ele se via sim, com um mulher Lilian, mais tentou não pensar nisso e continou: - Elas são muito instáveis.
Fred: - Mais esse é o charme não acha? Bia é a mudança em pessoa, e não paro de me surpreender com ela em todos os sentidos....
Thiago: - É? E eu espero que o comentário termine aqui, Sr. Frederico, á não ser que você queira um soco bem dado!
Victor riu bem alto com a cara dos dois amigos, Thiago com o punho pro alto e com raiva nos olhos e Fred vermelho de medo e vergonha pelo quase comentário.
Victor: - Não liga Fred, ele não morde. Só quer ser protetor.
Thiago: - São minhas irmãs de coração, não vou deixar de ter ciúme e proteção com elas.
Fred: - Imagine então quando você Victor e Lili tiverem algo mais intimo, espero que não seja o Thiago nem a Kate a encontrarem vocês juntos, a casa cai, kkkkkkk.
Thiago: - Com certeza cairá!!! Olhou ele com raiva.
Victor: - Obrigado pelo aviso Fred. Dessa vez o olhar de raiva foi pro Fred.
...........................................


Capitulo 4

Lili chegou em casa tarde da noite, e notou que todos estavam dormindo, aproveitou e foi pra cozinha para comer algo, tinha tido um dia e tanto terminando a maquete para a apresentação de amanhã á tarde. Estava muito cansada e com fome.
Foi para o quarto e tomou um banho, pois a camisola e por cima o roupão, depois desceu para a cozinha e começou a preparar um sanduba pra comer. Levou um baita susto quando viu Victor parado na porta da cozinha que dava pra varanda.
Lili: - Que susto! O que estava fazendo ai fora?
Victor: - Lendo, e te esperando. Sabe que horas são? Seria bom da sua parte se você liga-se pra avisar até que horas trabalha.
Lili: - Pois é, mais inconvenientes acontecem, Eu e o Marcos ficamos trabalhando na bendita maquete até agora com o paisagismo para sua empresa. A apresentação é amanhã.
Victor: - Eu sei sou um dos engenheiros responsáveis. Falou dando aquele risinho que derretia Lili.
Lili: - Legal, é bom saber a pressão de amanhã. Falou um pouco tristonha, nunca gostou de explicar seus projetos, pra isso sempre tina a Kate ou a Bia, mais como esse projeto e específico de seu setor ela mesma terá que apresentar, e estava em pânico.
Victor se aproximou e pegou sua mão, e a acariciou falando: - Estarei lá, tenho certeza que se sairá bem, seu projeto está fabuloso, todos elogiaram na construtora, nunca pensei que tive-se tanto talento pra paisagismo, espero que tenha mais talentos Lilian. Disse se aproximando mais.
Lili: - Tenho sim, faço ótimos lanches, quer um? Disse nervosa e pensando “ Nossa não vou agüentar isso, será que seria tão ruim deixar rolar e ver a cara dele de vencedor? Não, definitivamente não seria”.
Tentando se afastar, Victor foi mais rápido e a segurou pela cintura entre ele e a mesa de jantar.
Victor: - Confiro á cada dia seus dotes culinários Lilian. Na verdade queria fazer algo por você agora.
Lili: - O...o que?
Victor: - Te fazer relaxar, por exemplo, é um bom começo. Você está totalmente tensa.
Nisso ele a fez sentar na cadeira e começou uma massagem nos braços e ombros dela, Lili só ficava mais ecxitada com aquilo, sua mente já ia contra seu próprio corpo, já não sabia o que pensar, á não ser que queria ele, agora. Não ajudou em nada quando ele afastou o roupão dela e expos seus ombros para facilitar o contato, Lili não conseguiu mexer nem um músculo.
Sem resistir mais ela resolveu que era hora de uma vez na vida fazer o que ela realmente desejava, e naquele momento era ele. Sem questionar mais nada foi direto ao ponto.
Lili: - Bem se quer mesmo me fazer relaxar, é melhor fazer isso na cama, não acha?
Victor: - Isso é uma proposta?
Lili: - Diria uma idéia.
Victor: - Acho melhor não, não sei se conseguiria pensar só em massagem, além disso, as palavras você e cama na mesma frase, kkk, não tenho tanto auto controle quanto você Lilian. Kkk Deu um risinho fraco.
Lili: - Pode ter certeza nem eu, tenho tanto auto controle. Nisso Lili se levantou e falou olhando nos olhos dele, quando estava de frente, passou sua mão no rosto dele, se entrelaçou em seu pescoço e falou: - Sinceramente estou cansada de verdade, não me importa o que você pensa sobre relacionamentos, ou quantas mulheres teve, só sei que se não for sua não vou sossegar, me dói bem aqui (ela aponta pro coração) Victor, me diz sinceramente, o que você acha que eu devo fazer para que aqui pare de doer?
Victor: - Quero se correto com você, mais com essa cara e essas palavras está sendo difícil ser correto.
Lili: - Quem pediu pra você ser correto comigo? Já sei, não faso seu tipo é isso? O beijo não foi nada né verdade? – Ela falou as últimas palavras como se tive-se sido um bom banho de água fria.
Victor segurou seu rosto e falou:
Victor: - Não paro de pensar naquele beijo toda vez que te vejo. Porém por mais que eu queira você Lilian, e olha que chega a doer, você não merece, não acredito em relacionamento longo, acredito no prazer por um tempo, até eu ou você cansar e nunca foi diferente com nenhuma mulher. E pelo amor de Deus não venha com essas neuroses de biótipo de beleza, você sabe que é maravilhosa em muitos sentidos não preciso te fazer lembrar, preciso?
Lili: - Acho que sim, precisa. Nessa ora ela o olhou com olhos tristes mais com desejo que nunca pensou que existia nela, Victor não agüentou aquele olhar tão terno e sex, quando viu a segurou pelas coxas a levantou em seu corpo, e fechou suas pernas na sua cintura e a beijou com um urgência gigantesca, eles perderam a noção de tudo, Victor só queria levá-la para o quarto e ela queria isso.
Sem se parar de beijar, ele a levou para seu quarto, eles entraram e ele fechou a porta, olhou para ela e a pois na cama, e falou:
Victor: Tem certeza? Aproveita que ainda tenho um pouco de razão, se eu continuar não vou parar. Ele se aproximou de Lili com uma cara que beirava ao apelo e a dor, pois as mãos em seu rosto e acariciou até movê-las tirando o roupão. – Lilian, como quis fazer isso no dia em que te vi na porta.
Lili: - Ah, como queria também, mesmo eu querendo ser forte, você me deixa fraca.
Victor: - Você é a mulher mais forte que conheço isso me atraiu em você de cara.
Lili: - Você não viu nada ainda. Ela aproveitou para tirar a blusa dele e apreciar o seu olhar sex. – Quero você agora!
Essas palavras bastaram para que Victor toma-se a iniciativa, levantou e deslizou a camisola pelo corpo até ela cair por completo. Ele a beijou com intensidade, tocando em todo seu corpo. Nesse momento lili soltou um gemido baixo de prazer.
Victo pegou seus seios fartos e começou a saboreá-los, ele se deleitava e gemia, no meio dos fortes beijos e nas delicadas mordidas em seu seio ele fala: - Sonhei noites inteiras esperando poder fazer isso.
Lili não podia falar nada estava extasiada com tamanho tesão que sentia á cada toque dele, ela por sua vez tentava retribuir o beijando, lambendo e mordendo seu pescoço e ombros.
Delicadamente Victor começou a tirar sua calcinha, e a deitou na cama. Com gestos delicados ele começou a tocar o centro de sua feminilidade, á deixando delirante de prazer.
Lili: - Não para!! Vic..... hahahahaha. Assim que ela entrou em uma sensação maravilhosa de prazer, o qual tanto desejava sentir, mais queria ele dentro dela.
Victor só desejava possuí-la por completo. Assim que pode tirou as últimas peças que faltavam, aproveitando para pegar o preservativo, o colocou e antes de possuí-la falou:
Victor: - Quero que sinta o quanto te quero. Nesse momento ela a penetrou a fazendoela gritar de prazer, junto com ele. Após o primeiro movimento delicado, os demais eram em perfeita harmonia rápidos, fortes e maravilhosos, Lili nunca pensou que poderia ser bom senti-lo, dar prazer a ele da mesma forma que recebia.
Quando finalmente ela chegou ao orgasmo ele também chegou, caindo sobre ela exausto, ela tentou levantar para deixar ele confortável mais ele a impediu falando:
Victor: - Nem se atreva, quero você aqui a noite toda comigo. E deu um sorriso maldoso que ela tanto gostava.
Lili: - Mais e se perceberem?
Victor: - Não me importo com mais nada, depois do que aconteceu, do que senti, quero você e não vou deixar de ter você.
Lili: - Acho que cometemos um grande erro.
Victor: - Concordo, mais foi o erro mais delicioso de todos! E que se repetirá em poucos minutos. Kkk.
Ela se levantou e se sentou em cima de seu corpo delicioso e falou o beijando.
Lili: - Vou adorar errar novamente. Kkk


O relógio marcava: 00:30 h.

Victor: - Á propósito. Feliz Aniversário! Ele falou a pegando e se preparando para possuí-la novamente.
...................................



Capítulo 5

Lili não conseguiu parar de pensar nessa noite o dia todo, mesmo que ela discretamente tenha acordado ás 4h da manhã, para voltar ao seu quarto e ninguém perceber o que tinha acontecido, no café ela sentia como se todos soubessem. Bebeu seu café e rápido se despediu de todos e foi para o escritório.
Na hora da reunião ficou em pânico, por mais que soube-se o projeto todo, tinha medo de gaguejar ou paralisar. Kate sempre foi melhor para vender projetos ela era boa em executar. Mais tudo bem respirou e foi para a reunião.
Chegando lá viu Victor sentado com mais 3 senhores idosos e o Thiago, ela deu um leve sorriso á eles e se sentou.
Victor tinha visto o pânico no olhar de Lili, ela era tão transparente, tão perfeita, não parava de pensar na noite maravilhosa, nunca se sentiu assim por uma mulher antes, queria poder abraça e beijar, falar que tudo vai correr bem, em vez disso somente sorriu e piscou de forma a passar confiança e coragem a ela, e Lili retribuiu com um sorriso caloroso e amoroso.
Bem depois que o assistente dela entrou, ela ficou mais tranqüila, sempre gostou de trabalhar com o Marcos ele tem uma sensibilidade muito boa, e que funcionava bem com ela, Lili sempre achou que era coisa de gay esse jeito de fazer você relaxar e rir um pouco.
Victor não gostou nem um pouco de ver aquele homem alto e loiro chegando perto de Lili, teve que conter a raiva, virou pro Thiago e perguntou:
Victor: - Quem é ele?
Thiago: - Assistente da Lili, não lembro o nome, na verdade só o vejo nas festas de fim de ano ou no aniversário dela.
Victor: - Ele parece bem intimo, não sei não.
Thiago: - Se eu não te conhece-se bem acharia que está com ciúmes, está?
Victor: - Claro que não! Pensou: “ foi comigo que ela dormiu ontem, é em mim que ela pensa, sou eu quem ela ama. Ama? Não pode ser, pode?”. Confuso ele preferiu se voltar a reunião, deixar pra falar com ela depois.
................................
Lili ficou aliviada em ter feito uma exelente reunião, estava muito feliz em ver que o projeto agradou a todos, e acima de tudo a cara de orgulho de seu amigo Thiago e do Victor, a última coisa que queria era não corresponder as expectativas deles. Mais tudo deu certo, tirando umas modificações simples nas plantas tudo estava certo.
Agora era relaxar e esperar os 20 min que faltavam pra sair. Quando bateram na porta.
Lii: - Entra!
Todos: - Parabéns pra você, nessa data querida, muitas felicidades muitos anos de vida , hehehehe Parabéns!!!
Lili: -Nossa ! Lili falou chocada. - Por um momento esqueci de hoje, kkk, obrigada pessoal!!!
Marcos: - Acha mesmo que esqueceríamos de te surpreender? Nunca!!! Kkkk
Lili: - Sei disso e fico feliz e agradecida pelo carinho.Chegou perto de seu assistente que segurava o bolo e soprou as velinhas, depois todos bateram palmas.
No meio dos funcionários saiu Kate e Bia, rindo e felizes vindo me abraçar.
Kate: - Vimos que estava preocupada de manhã e não quisemos te perturbar então marcamos tudo pra depois de sua grande reunião.
Bia: - E gostei de ver, todos falaram que você foi muito bem, e que defendeu seus pontos de vista maravilhosamente, ai amiga!!!! Arrazou!!
Kate: - Não tinha dúvidas disso.
Marcos: - Nem eu minha chefe é tudo de bom!!!
Lili, Kate e Bia: - kkkkkkkkkk .
Lili: - Vai hoje lá em casa certo marcos? Espero você lá!
Nesse momento o telefone tocou era sua mãe, com certeza ficaria os 20 min. restantes falando com a família enorme, um por um, desejando parabéns.
..........................................
Lili estava feliz, o dia tinha passado maravilhosamente bem, tinha ganhado o melhor presente de todos na noite passada, e não podia contar pra ninguém em casa, mais tudo bem, era o segredo mais gostoso que ela tinha.
Feliz subiu direto pro banho, assim daria tempo de se arrumar, porém por mais que estive-se radiante, batia nela uma ponta de tristeza por não poder falar de Victor para suas amigas. Bia levaria na boa, mais tem uma boca grande, ia acabar soltando em algum momento, já Kate ficaria uma fera, ainda contaria pro Thiago, ai acabou eles passariam um sermão como se eu fosse uma adolescente virgem. E falariam que ele não é confiável e blá , blá.
E ela sabia disso tudo não precisava de sermão. Porém notou o Thiago muito sério hoje, e ficou preocupada, será que ele ouviu eles ? Percebeu algo? “Tomara que não”, pensou!
Quando entrou no quarto trancou a porta e se despiu, quando der repente ouviu um barulho com um grito de susto se virou e viu Victor a olhando com olhos de cobiça.
Lili: - O que você está fazendo aqui? Quase me matou de susto!
Victor: - Bem queria ser o primeiro a te dar seu presente, mais pelo visto eu é que vou ganhar o presente, kkkk.
Ele a pegou pela cintura e a beijou com ardor só como ele sabe beijar, Lili correspondeu e numa pausa falou:
Lili: - Preciso tomar banho, os convidados chegam em 1h.
Victor: - Ótimo. Também preciso de um banho. E piscou pra ela rindo.
Lili: - Então o que esperamos? Kkkk ela tirou sua roupa e foram ao banheiro.
................................
Era estranho, por mais que Lili soube-se que Victor só queria um tipo de "relacionamento", ele se mostrava totalmente diferente no sexo. Homens com esse tipo de penssamento como do Victor não faziam sexo assim, ele não fazia sexo com ela. Lili tinha quase certeza que ele fazia "amor" com ela.
Ele sempre a tocava com carinho e doçura mesmo no banho, juntos ele se preocupava em deixa-la bem e relaxada, será que ela estava ficando maluca?
Mais no momento em que ela analisava a situação se deixou perder com as caríciasa de Victor. Derrepente ele falou:
Victor:- Você é tão macia, tão doce ...hum... me perco em você, sabia?
Lili: - Então fico feliz em saber que não sou a única....
Lili podia não ser tão experiente, mais sabia o que fazer e muito bem, nunca foi tímida em saber, perguntar ou experimentar nos seus poucos relacionamentos, ela sabia muito bem que para um homem a criatividade e sensualidade é tudo e é sisso que ela fez no banheiro, pois algumas de suas teorias e lições em prática.
Depois de um tempo bem sensual ao banho tudo que ela queria era ser totalmente dele.
Lili: - Quero, preciso de você agora Victor.
Ela de deita na cama, ainda de toalha em um convite totalmente sensual.
Victor: - Meu Deus como você pode ser tão perfeita? Nunca me canso de você!
Victor se sentou ao seu lado e a beijou com intensidade e ternura, ao mesmo tempo retirou sua toalha e a acariciou enquanto ela fazia o mesmo com ele.
Lili subiu nele e o beijou falando - Também não me canso de você!
Ele a invadiu com urgencia, precisava sentir-la e fizeram amor com uma mistura de nescessidade, paixão e carinho.
Nesse momento Victor viu que não conseguiria escapar desse anjo! Mais o que fazer? Ele se encontrava mais confuso.

Capítulo 6

Kate e Bia estavam na sala conversando com os convidados, quando a Lili desceu num vestido lindo que comprou na semana passada.
Lili: - Olá a todos!! Disse sorrindo.
Todos: - Olha aniversariante!!
20 min depois desce Victor, num jeans e camisa pólo preta, foi direto conversar com Thiago, mais antes não conseguiu evitar de ver a Lili, ela estava fabulosa naquele vestido vermelho, isso o estava deixando doido para beijá-la, queria ficar do lado dela, a abraçar, a tornar esse dia mais especial. “O que está acontecendo comigo?”.
Thiago olhou pra ele e falou: - Se chama Amor, meu caro!!! Você está apaixonado!!
Victor: - Como? Falei em voz alta? O que você está dizendo? Que bobeira!!!Aff
Thiago: - Digo o que vi desde o momento que você entrou nessa casa, seu olhar para Lili, foi o mesmo que eu fiz para Kate, e não adianta negar, sei que vocês estão envolvidos, e muito mais do que querem aparentar.
Victor: - Como? Eu não... Ah não sei o que dizer sinceramente. Ela entrou no meu corpo como uma doença, não sei como agir sinceramente.
Thiago: - No momento deveria te meter uma porrada, afinal te falei que lili é uma mulher especial, para não se meter com ela se não queria uma coisa séria, mais quando a vi descer hoje, vi o quanto ela está feliz, na verdade nunca a vi tão radiante, e você nossa prece outro. Tive certeza de que estava acontecendo hoje na reunião a cara de raiva e ciúme que mandava pro Marcos, ai vi que era verdade.
Victor: - Sério?
Thiago: - Também ajudou o fato da Lili esquecer de trancar a porta hoje mais cedo e eu sem querer entrar e ver suas roupas na cama e o chuveiro ligado, não sou tão tolo assim sabia?
Victor: - Sei disso. Falou com um ar de tristeza. – Também sei que esta zangado comigo.
Thiago: - Na verdade não sei o que pensar, fiquei zangado no início mais depois que a vi descer hoje, não sei o que pensar, ela te ama sabe disso, não sabe?
Victor : - Sim vi isso hoje.
Thiago: - E você? A ama? Será que ela vale a pena, a ponto de mudar seu conceito com relação á relacionamentos duradouros?
Victor: - Não sei estou confuso. Nisso pois a mão no bolso da calça, pensativo, lembrando que seu presente estava ali e acabou não dando antes, quando estavam sozinhos.
.........................................
Depois de um tempo rindo com suas amigas, comendo e bebendo, Lili se permitiu da uma espiada em Victor, e o viu conversando com Fred e Thiago e mais 2 homens na porta da cozinha.
Por uma momento ficou triste, sabia que nunca teria o amor de Victor, ele não acreditava nisso, e pela cara dele o caso deles seriam somente esses 2 momentos maravilhosos. Mais tudo bem ela pensou, superou já a perda de um namorado iria superar essa também, mais algo no que ela sentia diria e era difícil e até improvável.
Como pode se meter nisso? Como pode entregar seu coração a um homem que não acredita no amor? Como e quando aconteceu isso? Ela sabia todas as respostas, só não tinha coragem de confessar que foi no momento em que ele sorriu pra ela.
“Sempre que se lembrava como a vida era menos complicada para ela antes de conhecer Victor, ela se sentia num verdadeiro Dejavú quando ouviu seu nome pela primeira vez.”
Mais essa era a realidade e sabia que sofreria, mais se poupou do sofrimento naquele momento, era seu aniversário e queria curtir a noite com seus amigos.
Marcos chegou e Lili ficou muito feliz, finalmente ia rir muito, o abraçou com carinho quando ele se aproximou.
Victor olhou para o homem com os braços sobre Lili e se segurou para não pular em cima dele.
Marcos: - Nossa tenho a chefe mais sex da empresa, deveria sair com esse vestido mais vezes, nenhum homem resistiria. Ufa to soando!!! Kkkkkk
Lili: - Kkkk, para com isso você não vale. Ela deu uma piscada. – Mais valeu o elogio!
Marcos: - Menina você está radiando alegria, sensualidade, acho que alguém andou se dando bem. Kkkkk
Lili: - Cala a boca Marcos, kkk, só fala bobagem. Quer beber algo?
Marcos: - Sim mais deixa que eu pego, conheço a casa.
Lili: - Cadê o Luiz?
Marcos:- Arranjando vaga no seu condomínio, parece que essa sexta todos fizeram aniversário. Kkk. Aqui seu presente, espero que goste, vi e pensei em você.
Lili estava abrindo o presente de Marcos, quando Bia gritou: -Se vai abrir o dele terá que abrir de todos, quero ver sua cara quando abrir o meu, kkkkk.
Lili: -Está bem, vamos lá!
Todos chegaram perto e ela começou com o da Kate e do Thiago. Quando abriu não entendeu nada, era um vestido de gala, lindíssimo, na verdade ela reconheceu o vestido de quando ela a Kate estavam no shopping e ela o viu na vitrine, Kate falou que era perfeito pra ela, e ela falou que esse vestido era perfeito para uma madrinha de casamento, e que talvez pensasse em compra pro casamento deles, Kate riu concordando.
Lili: - Ai meu Deus, me diz que estou entendendo certo?
Kate e Thiago se olharam e falaram sorrindo: - Sim entendeu certo!!
Lili: - Hahhahahahahahahahahahahaha, estou tão feliz, é o melhor presente de todos!!! Finalmente!
Ela levantou e abraçou os dois com muita alegria, ninguém entendeu nada, até Kate e Thiago falarem: - Vamos nos casar!!! Todos aplaudiram em comemoraram a notícia.
Depois de uns minutos de comemoração Lili continuou com a abertura, ganhou livros, Dvds , e outra coisas.
Bia queria que seu presente fosse o último, pois segundo ela era o melhor, então abriu o de Marcos, quando ela viu começou a rir, e falou: - tinha que se você, á me dar isso, kkkk, nem sabia que fabricavam para meu tamanho, afinal sabe que isso tenho em exesso, kkkkk.
Marcos : - E como eu sei. Ele deu uma piscada pra ela, que fez o sangue do Victor ferver ainda mais, - quando fui a N.Y, nas férias achei e tinha que trazer pra você, gostou?
Lili: - se gostei ? Amei!! São lindos!! Ela se levantou e beijou o amigo.
Bia: - Mostra o que é! Kkkk.
Lili: - Acho melhor não!! Falou com vergonha.
Bia: - Deixa disso! E pegou a caixa e falou: - Uhuhuhuhuhuhuhu, bem pensado Marcos, Victória Secret`s, que sex!!kkkk Olha Kate que lindos!!!
Kate: - Nossa Lili, lindíssimos. Parabéns Marcos tem bom gosto, amei. Agora é arranjar um namorado para exibir os conjuntos.
Lili: – As calcinhas é que são muito pequenas, não acha? Ela olhou para o Victor discretamente e o viu no bar tomando whiske, com cara fechada, e pensou o porque daquilo.
Bia: - Á para com isso, estão na medida certa!!! Ela falou piscando enquanto as garotas analisavam as peças e a Lili morria de vergonha.
Marcos: - Também acho quando vi os conjuntos achei que seriam perfeitos pra você, tem um ar de moça boa sex, uma verdadeira Angel. Ele chegou perto de Lili a levantou e a analisou, - Olha essas coxas e esses bustos. Quando Victor viu Marcos ameaçar tocar em seu bustos não agüentou, mesmo sendo de leve como demonstração, foi a gota d água, saiu da sala batendo a porta, precisava de ar e o melhor de tudo, saber o que sentia. Era isso ou matar ele lá dentro.
Lili se assustou com a batida da porta como todos que estavam distraídos rindo e brincando, lili queria ir ver o que tinha acontecido, mais não podia, mais em seguida viu o Thiago ir. E continuou abrindo os presentes, agora o da Bia.
Bia: - O meu é tudooooo de bom, sei que vai amar!!!
Lili abriu e se deparou com um par de sapatos de salto que ela tanto queria, ela adorou o presente, mais estava preocupada com Victor, porque saiu daquele jeito? Será que está passando mal? Fiz algo que o chateou? Não parava de pensar nisso.
Lili: - Nossa você lembrou dos sapatos! Amei, muito obrigado Bia!! Só você mesmo!!
Bia riu abraçada ao Fred e falou: - Que isso te conheço bem para te fazer a surpresa certa, tá bom que não bate a da Kate e do Thiago, mais tudo bem.
........................................
Thiago saiu logo atrás do Victor, e o viu andando perto da piscina com uma fúria nos olhos e não conteve a risada quando percebeu o que realmente aconteceu, conhecia bem seu amigo pra saber que ele se rasgara de ciúmes de Lili com Marcos, e pensou :” Vou adorar ver a cara dele quando eu contar sobre o marcos.” Kkkkk
Thiago: - Não vai entregar seu presente a lili?
Victor: - Não estou com cabeça pra isso. E também parece que ela ganhou o suficiente.
Thiago: - De você ou de presentes? Há ta entendi você já deu seu coração, seu corpo e sua alma, ai não tem mais nada pra dá é isso? Porque meu amigo se você não sabe, ela nem faz idéia que você a ama, até agora.
Victor: - Como posso dar o que ela merece? Não sei se sou bom nisso.
Thiago: - Você põem a meta e trabalha para alcançá-la. Sempre vão aparecer desafios e problemas, mais você sabe que é mais homem do que seu pai jamais foi.
Victor: - Será? Ele foi um covarde abandonou minha mãe e seus filhos por uma vagabunda, e ver minha mãe morrer aos poucos de tristeza, não me qualifica para um compromisso. O pior é que o que eu quero dela é acordar com ela, quero chegar todos os dias e vê-la, sorrindo pra mim. Não consigo imaginar em fazer amor com mais ninguém.
Thiago: - É meu amigo você só tem uma opção. Entrar lá e lutar pelo que quer. Você não é um espelho do seu pai, e sei que sabe disso, muito bem.
Victor: - Não se eu entrar agora vou matar aquele moleque.
Thiago: - Sei, bem ai vai ter uma problema mesmo, por que se encostar nele, Lili vai te matar e o Luiz também.
Victor: - Quem é Luiz?
Thiago: - Aquele ali! Apontou para a cozinha aonde eles viram Marcos abraçado com um homem moreno de terno, rindo ao lado de Lili.
Victor: - Não acredito, como sou idiota!!!
Thiago: - Kkkkkkkkk, isso eu já sabia faz tempo, então para de palhaçada e da o presente que Lili quer tanto de você. Ele pois as mãos nas costas do amigo como forma de apoio moral.
Victor: - Antes preciso falar com você!
.................................................................
Bia: - Vamos cortar o bolo?
Kate: - Vem Lili faça o pedido e sopre as velas.
Lili fez isso, desejou e soprou as velas e quando olhou Victor estava do seu lado batendo palmas com o sorriso que ela amava. Ela o olhou e sorriu também.
Thiago :- Vamos corta o bolo logo, quero comer, kkkkkkk.
Victor: - Espera faltou abri meu presente. Ele disse rindo, e tirou uma caixinha decorada do bolso e pousou nas mãos de Lili e falou: - Espero que goste Lilian!
Lili: - Não precisava!
Victor: - Precisava sim, vamos abre, sei que vai gostar!
Lili abriu o embrulho e ficou sem reação ao que viu, era dois anéis de titânio. Ao ver os anéis e os rostos atordoados ela perguntou: - Porque? Como assim?
Victor: - Simples, na verdade achava complicado, mais um amigo meu me falou que não é tanto, kkk. Sempre fugi de tudo que é estável, achava que minha carreira era meu único amor e paixão. Mais á 6 meses, olhei um anjo, pela primeira vez e não consegui conceber minha vida sem ela depois disso.
Lili já estava com os olhos cheios de lágrimas, tentando ser forte, enquanto ele continuava: - Não estou te pedindo em casamento, até porque Thiago me mataria, com toda a razão, kkkkk, mais quero que seja minha noiva. Não sou
perfeito e vou errar muito, mais aprendo rápido e sou duro na queda. E então Lilian, que me fazer o homem mais feliz do mundo?
Lili: - Vict....Victor e....eu!!!
Victor: - Espera, esqueci o mais importante. Ele a abaçou segurou o queixo dela e falou: - Eu te amo, te amei no dia em que sorriu pra mim, te amei a cada dia que vivia com você, e te amarei pra sempre. E a beijou docemente e ela retribuiu.
Naquele momento não importava quem estava lá era só eles e o amor que eles tinham. Ao pararem se olharam.
Lili: - Sim!!! Te amo como nunca pensei que pude-se amar alguém! Te amei assim que me olhou e sempre vou te amar!!!
Nessa hora um enxame de aplausos e risos ecoaram na sala!!!
Foi só nesse momento é que eles voltaram a realidade.

Epílogo

Era impressionante como os últimos meses passaram voando, Lili vinha com carro com Victor sem acreditar e emocionada, parecia uma vida, estava tão feliz e realizada, estava voltando do casamento de seus melhores amigos e a festa nossa foi muito legal e super bem feita mais claro ela ajudou em todos os detalhes.
Ela se lembrava de todos os pontos marcantes dessa noite, sua entrada na igreja ao lado do Victor, nunca vai esquecer do que ele falou ao pé do seu ouvido: – Hoje é um treinamento pro nosso, ou você está achando que não vou querer tudo o que tenho direito? Kkkkk.
Lili: - Sabe que você tem tudo o que quiser de mim, e pode ter certeza entrarei nesse dia muito feliz em contente!!
Victor : - Nunca pensei que seria tão feliz em me imaginar o dia do meu casamento. É uma sensação estranha, já que nunca acreditei no amor por toda a vida, isso é culpa sua senhorita Lilian, kkkk, depois desses meses não consigo imaginar minha vida sem você.
Lili: - E eu nunca achei que poderia amar tanto um homem, ou melhor, ser desejada por um e por sua culpa acho isso possível, kkk, quando nos casarmos será o dia mais feliz da minha vida.
Victor: - Da mihna também. E piscou pra Lili que riu e se preparou pra entrar na igreja.

Depois da cerimônia teve a recepção aonde Lili reviu amigos de faculdade e sua família já que Kate fez questão de todos, por considerar ele como sua família também. Ela nunca pensou como Victor poderia gostar tanto de seus pais, mais ao pensar que ele não teve os dele, ela entendeu. Por mais que ela acha-se que seus pais a envergonhavam sabia o quanto todos seus amigos, por defeitos ou vergonha que fossem, não compartilhavam desse pensamento ao contrário adoravam eles, e depois da distancia até Lili sentia falta das vergonhas e dos risos.
Na despedida pra lua de mel de seus amigos, eles foram deixar seus pais no hotel e voltaram pra casa.
Entrando na sala Lili sentiu um aperto no peito, Victor viu e a abraçou.
Victor: - É só um mês, eles voltam e tudo vai continuar como sempre foi.
Lili: - Eu sei mais bate uma ponta de saudade, não sei explicar.
Victor: Eu sei, é amor, zelo, carinho .... Vocês são unidos, são uma família e isso nunca vai mudar.
Lili: - Você também faz parte sabe disso, né?
Victor: - Sei sim e por isso me sinto como você, por isso quero que se case comigo, por isso quero ter muitos filhos com você, kkkk. E daqui á uns anos nossa filha vai se apaixonar pelo filho do Thiago e da Kate e ai eu vou querer matar ele mais tudo bem, kkkkk. Você vai está lá para me acalmar, né?
Lili: - Kkkk. Nossa já viu isso tudo no nosso futuro? Gostei da ironia! Kkk.
Nisso Victor começou a baixar o zíper do vestido da Lili, e deixando ele cair pelo corpo dela até o chão, e expondo seu corpo só de calcinha, meias e sutien. Lili tirou seu terno e desabotoou sua blusa, tirando em seguida sua gravata, e afou ao ver deu peito nu, instantaneamente o abraçou. Nesse momento Victor a pegou no colo e a levou para o quarto, que agora os dois dividiam.
Victor: - Você é meu sonho, em todos os momento, imagino várias coisas que acontecerão e rezo para que aconteça.
Lili: - Isso acontece comigo também, e é tão bom, meu anjo, meu amor, quero você!!!
Victor não agüentou, toda vez que Lili o chamava de meu anjo, parecia que ligava algo nele. Ele terminou de tirar o resto de sua roupa em quanto ela fazia o mesmo com ele.
Victor a tocou, beijou seus seios com intensidade e total devoção ao que tinha, fazendo Lili Gemer cada vez mais alto, ele adorava ouvir seu som, adorava provocar isso nela, ela se tornava cada vez mais desejada, cada vez mais única, aberta á tudo que ele proponha.
Lili Não agüentou quando ele chegou ao seu ponto sensível, e chegou ao seu primeiro orgasmos, ficou tão alucinada a isso que decidiu que era sua vez, e assim o fez, Victor nem acreditava o quanto ela era boa em tudo, quando já não agüentava mais falou em seu ouvido.
Victor: - Quero você agora meu amor!!
E sem rodeios a penetrou e via todo seu prazer á cada movimento que fazia, com certeza essa noite seria inesquecível,ela estava tão fogosa, tão livre, e sex. Com forme imaginava isso mais ele acelerava fazendo com que os dois chegassem á um prazer inesquecível.
Ao relaxarem Victor imaginava como poderia viver sem tal prazer, sem ela e respondia: “nunca!”
Lili: - Nossa!! Ufa!!KKK É impressão minha ou melhoramos á cada dia? Kkkk
Victor: - Você fica melhor a cada dia meu amor, nosso amor faz isso, adoro sentir o que você me disperta. Ele se inclinou e beijou a sua testa.
Depois de uns 10 min de silencio, Victor falou: - Quanto tempo você acha que devemos esperar para casar?
Lili: - Esse é um pedido? Kkkk . Por que se for você tem que melhorar. Mais respondendo sua pergunta, não faço idéia!! Por que?
Victor: - Por que quero que seja logo, mais não sei como, até eles voltarem , você aceitaria que nos cassemos no civil esse mês e depois planejássemos a cerimônia na igreja? Aproveitaríamos minha irmã e seus pais aqui.
Lili: - Fala sério? Lili o olhou chocada e ao mesmo tempo apavorada, será que ele sabia de algo?
Victor: - Claro isso não pode ser assim temos que fazer o certo, é claro se vc quiser uma cerimônia intima posso pedir ao padre para ar a benção e fazemos uma festa intima no hotel Plaza do centro, lá é muito elegante e bonito Bia vai adorar decorar tudo. Thiago e Kate poderiam voltar uma pouco antes, eu falaria com eles.
Lili: - Tá bom quem falou algo pra você?
Victor: - Falar o que? Estou tentando achar uma solução pra isso.
Lili: - Mais eu já achei, e não precisa ser apresado assim, tá bom que fui criada na igreja, mais não sou conservadora dessa forma, nem meus pais.
Victor: - Isso não é questão de ser conservador, é de amar demais uma pessoa, quero que seja tudo o preto no branco. É tão complicado de entender?
Lili se levantou e pois o roupão, ele também pondo a bermuda, ela desceu as secadas indo para a cozinha, naquele momento ela se sentia sufocada tentando entender que tinha falado, porque? Já que ela tinha decidido como falaria, estava tudo planejado.
Será que ele mexeu em suas coisas? “Não”, ela mesmo respondeu Victor nesses quase 8 meses nunca fez isso, não ia fazer agora. Será que ele sentiu diferença? “Não sei!”. Bem uma coisa estava certa tinha que descobrir.
Victor: - Porque você está fugindo?
Lili: - Não estou fugindo, estou com fome é diferente.
Victor: - Ultimamente você anda sempre comendo e nervosa, já entendi, isso é estress, meu amor. Você precisava mesmo dessas férias.
Lili: - Não queria tirar, fui obrigada por lei se não teria esperado até daqui á uns 8 ou 7 meses.
Victor: - Mais porque? Vc ainda tem férias vencidas pode tirar nesse tempo também.
Lili: - Eu sei mais só são 2 meses e quero curtir antes de voltar a trabalhar, não acha justo? Mesmo sabendo que ainda tem os 6 meses dados por lei não é o suficiente, e também assim estaria em forma pro nosso casamento, mais você vem com essas idéias de agora. Victor sinceramente eu não me incomodo em casar depois do nascimento, não precisa fazer isso, só não me peça para casar de barriga enorme, até eu tenho vaidade.
Foi nesse momento que Lili viu que ele não sabia de nada, pois de morenos Victor passou á um tom branco, que a assustou, ficou nervosa e começou a falar palavras de conforto, mais nada dele falar ou se mexer, isso foi deixando ela nervosa e sem perceber começou a chorar. Pesou “ Perdi ele agora, como pude ser tão idiota? “ Sem ter o que fazer ela decidiu soltar tudo de uma vez mesmo o vendo paralizado.
Lili: - Bem, a verdade que eu ia te contar amanhã depois que já tive-se passado o casamento da Kate e do Thiago. Não foi fácil pra mim também, descobri a 1 semana, eu passei muito mal no escritório e fui com as garotas na emergência, pensei que estava com ulcera, ou que fosse até meu hemângioma , quando o médico veio com os exames e me contou fiquei assim mesmo, só pensava como iria te contar, fiz elas jurarem não conta nada, eu que tinha quer te dar a notícia. Desculpa Victor, é verdade meu amor, quando você veio com essa idéia de casar ainda esse mês, pensei que poderia ter visto o exame no quarto ou a Bia com aquela boca tenha falado sem querer. Eu só quero que você saiba que estou muito feliz e nada vai estra......
Antes que percebe-se ele a beijou com tanta intensidade, com tanto amor, que ela teve vontade de chorar mais. Em vez disso o abraçou e o beijou cada vez mais.
Fizeram amor na cozinha sem falarem nada. Depois ele subiu com ela em seu colo e a pois na cama e a acariciou no rosto e falou.
Victor: - Obrigado por me fazer o homem mais feliz do mundo, obrigado por ser a minha mulher, minha amiga, minha parceira pra tudo. E acima de tudo, obrigado por me dar a honra de ser pai !!!
Sem se conter ela começou a chorar e Victor a abraçou e ninou com carinho.
Lili: - Você será o melhor pai do mundo pra eles.
Victor: - Eles? Perguntou chocado.
Lili: - Sim são gêmeos, pelo visto você trabalha muito bem em todos os sentidos.
Victor: - Sim e pelo visto você agora mesmo não vai escapar desse casamento senhora Lilian, kkk, me caso com você esse mês, nem que te leve no colo.
Lili: - Bem ainda não é o pedido que eu esperava, mais vale, kkk. Sim me caso com você esse mês, e entrarei andando e feliz por está com você pra sempre.
Victor: - Nossa o Thiago vai ficar com raiva ao saber que fui mais rápido que ele, kkk.
Lili: - Não vai não. Kate também está grávida, mais não conte nada até ele falar, por favor. Kkkk
Victor: - Droga!! Algo me diz que meu sonho ou pesadelo vai acontecer.
Lili: - Kkkk. Falta anos pra isso, e nem sabemos o sexo dos bebês?
Victor: - Eu sei, e sinceramente não me importo, estou tão feliz que a única coisa que penso em como a vida pode ser mais maravilhosa?
Lili: - E vai ser, daqui á 1 mês, e depois daqui á 7 meses e depois á cada momento de nossas vidas juntos, pra sempre!!!
Victor: - Sim, parece que foi ontem que te conheci e toda minha vida mudou. Te amo tanto!!!
Lili: - Também te amo á cada dia mais ... e mais.... e mais.... Pra sempre!

Fim!

Nenhum comentário:

Postar um comentário