quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Resenha - Cinquenta Tons de cinza


Sinopse: 
Quando a estudante de literatura Anastasia Steele é convocada para entrevistar o jovem empresário bem-sucedido Christian Grey para a revista de sua faculdade, ela o acha atraente, enigmático e intimidador. Convencida de que seu encontro correu mal, ela tenta tirar Grey de sua cabeça – até que ele acaba aparecendo na loja de informática que ela trabalha em meio período. Não acreditando, a inocente Ana fica chocada quando percebe que ela quer aquele homem, e quando ele a avisa para manter distância só faz com que ela fique mais desesperada para se aproximar dele. Incapaz de resistir ao espírito lindo, sagaz e independente de Ana, Grey admite que ele a quer – mas em seus próprios termos. Chocada mas ainda assim entusiasmada pelos gostos eróticos singulares de Grey, Ana hesita. Apesar de todos os sinais de sucesso – suas empresas multinacionais, a sua grande riqueza, sua amorosa família adotiva – Grey é um homem atormentado por demônios e consumido pela necessidade de controle. Quando o casal embarca em um caso ousado, físico e apaixonado, Ana aprende mais sobre seus próprios desejos obscuros, assim como sobre o Christian Grey escondido do olhar público. Será que o relacionamento deles pode transcender sua relação de paixão física? Ana vai encontrar em si mesma a submissão ao Mestre autoindulgente? E se ela encontrar será que ela ainda vai amar o que descobrir?

Resenha: 

Últimamente aprendi que ser direta é a melhor forma de aguçar a vontade das pessoas em ler então tentarei ser direta em mina opinião. 
Quando começei a ver as divulgações do livro fiquei louca pra ler, não só pelo conteudo erótico, até pq não sou tão tarada assim, rsrsrsrs, mais por ser um livro nesse segmento que teve muita aceitação e isso me clamou a atenção.
Gostei muito da história, porém confesso que decepcionou um pouco a leitura, achei que poderia ser bem mais explorado certos assuntos e também ri muito com uns erros que notei no texto.
Bem vamos ao que intereça, Anastácia é uma jovem mulher que vive em seu mudinho perfeito, pq só assim esplica tanta inocência em uma pessoa, ela é a típica garota inteligente, tímida e virgem. Ohhhh!!! No séc. XXI isso é quase milagre!! rsrsrsrs Brincadeira!
Pois bem, ela vai entrevistar o poderoso Christian o bem feitor da faculdade que ela estuda no lugar a melhor amiga doente, e cabum, o típico caso que só em livro acontece, ele se sente atraido por ela inesplicavelmente até esse momento..... "Twilight"..... rsrsrsrsrs.
Assim várias outros acasos fazem eles se aproximarem até acontecer o primeiro grande ápice, que é claro o "Sexo", hohohohoh, gostei muito de Christian, não sei porque, mais gostei de certas atitudes que ele tem durante o livro, ele se mostra o maduro da relação, claro com o toque de Sadô para apimentar mais. rsrsrsrsr.
Depois da primeira noite e a descoberta dos gostos de Christian, Ana entra no velho e bom dilema assina ou não o contrato?
Contrato? Que contrato Fran? 
Não falei? 
Pois é meu povo Christian tem um contrato, especificando tudo da relação Sadô deles e ele quer desesperadamente que ela concorde em assinar, e isso vai o livro todo, adorei a idéia particulamente é claro...rsrsrsrrs.

Os momentos mais interessantes de Ana no livro, que eu vejo alguma maturidade, são em algumas trocas de e-mail dela com Christian, uns são bem engraçados, ela se expressa melhor neles e até o Christian vê isso.

Bem meninas já falei de mais, rsrsrsrs.

Particulamente gostei do livro e com certeza me deixou curiosa pro próximo, e ja fiz minha idéia perfeita de atores para o filme, mais isso deixa pra próxima.

No geral o livro possui umas cenas bem quentes e fortes, eu adorei elas, rsrsrsrs, mais acho que poderia ser melhor explorado certas coisas, mais quem sabe? Ainda tem mais 2 por vir!!!

Aguardando!!!

Espero que leiam e comentem o que gostou mais do livro...

Bjs!!!


Nenhum comentário:

Postar um comentário